6 Erros de empresas que exportam e não obtêm retorno

empresas_que_exportam

Algumas empresas que exportam ainda não conseguiram visualizar os reais benefícios de exportar. Isso porque não estão realizando os processos de maneira correta e nem planejando a exportação estrategicamente. Sabemos que pequenas e médias empresas têm mais dificuldades na questão de planejamento e metas, mas, com algum esforço,
é possível realizar e contabilizar de forma correta as exportações. Saiba quais são os principais erros de empresas que exportam, para não cometê-los:

1. Focar mais no mercado interno
A exportação não deve ser vista como uma atividade secundária dentro da empresa, mas como uma atividade equiparada às vendas no mercado interno. Muitas empresas pensam em exportar somente quando há queda de vendas ou quando ocorre uma crise no mercado interno, por exemplo. Não que exportar não seja uma ótima saída nessas horas, mas é preciso analisar e planejar esse processo para que a exportação não seja apenas uma fuga para o empreendedor.

2. Falta de planejamento
Como já citamos acima, a falta de planejamento vai estar presente em todos os erros das empresas que exportam e não obtêm retorno. Sem saber quem são seus concorrentes, como é e como está a economia (e também a política e todo o contexto) do país para o qual você vai exportar, como seu produto é visto nesse país, qual será o custo real de venda desse produto, entre outros quesitos básicos, suas exportações não irão para a frente.

3. Maus fornecedores
Entregar seus produtos e todo o processo de exportação nas mãos de maus fornecedores pode fazer com que todo o planejamento vá por água abaixo. É preciso conhecer cada uma das empresas com as quais você pretende trabalhar, principalmente empresas que representem seu produto lá fora. Afinal, elas serão o seu cartão de visita no exterior.

4. Má comunicação
Você precisa se comunicar com seu mercado externo. Elabore catálogos bem feitos na língua do país para o qual você pretende exportar, traduza seu website para essa língua, tenha uma assinatura no e-mail também em língua estrangeira. Ou seja, toda a forma de comunicação que você utiliza deve estar também amigável a outras línguas. Só assim seu público-alvo irá lhe conhecer. A apresentação da sua empresa não pode ser amadora.

5. Logística inadequada
A logística mal feita pode arruinar o negócio de empresas que exportam. É necessário conhecer muito seu produto e saber das necessidades dele antes de escolher uma modalidade de transporte. O acondicionamento de seu produto, a embalagem, a distribuição e outros quesitos logísticos também são importantíssimos. O ideal é escolher um bom fornecedor que consiga dar conta de todos esses requisitos.

6. Não adequação ao país
É preciso saber se seu produto tem restrições para entrar no país para o qual você quer exportar. Embalagem, transporte, qualidade, tudo tem outras regras dependendo dos países. Se o seu produto ficar retido, você perde muito dinheiro e oportunidades.

Crédito de imagem: PeteLinforth/CC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: