Internacionalização: os programas governamentais funcionam?

INTERNACIONALIZAÇÃO: OS PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS FUNCIONAM?

INTERNACIONALIZAÇÃO: OS PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS FUNCIONAM?

Internacionalização: os programas governamentais funcionam?

Em muitos países existem os mais variados programas de apoio à internacionalização para estimular as exportações de produtos. Programas de apoio à exportação de serviços são muito raros ainda.

Estes programas de “internacionalização” são patrocinados por governos, mas também organizados por instituições ou associações privadas, cada uma competindo com a outra ou, o que é pior, criando postos de trabalho em duplicidade. É que, normalmente, quem trabalha em centros de apoio ao comércio internacional tem possibilidades de participar de eventos e viagens internacionais.

São tantas rodadas de negócios, feiras internacionais, programas de capacitação, viagens temáticas e muitos outros criativos programas.

E muitos destes programas são projetados e executados sem um planejamento de resultados que possam atestar a eficácia no final. Principalmente na América Latina e Caribe que carecem de recursos nas mais diversas áreas sociais, quaisquer recursos alocados deveriam orbigatóriamente apresentar indicadores de resultados. Não basta apresentar fotografias de eventos ou de passeios pela “Canton Fair”.

 

Internacionalização: os programas governamentais funcionam?

Ao longo de mais de 30 anos estes programas de “internacionalização” tem sido criados, recriados, copiados e “inaugurados” e os resultados continuam os mesmos. Não há como fazer as mesmas coisas e esperar resultados diferentes.

No Brasil, por exemplo, existem 16 milhões de empresas e somente 27.057 exportaram em 2017. Ou seja, só 1 em cada grupo de 591 empresas conseguiram exportar. E se analisarmos as MPEs só 1 em cada 1.805 empresas conseguem exportar.

No entanto, em pesquisa feita pela FIESP – Federação das Indústrias de São Paulo, 86% das empresas gostariam de exportar.

O problema é que estes programas de “internacionalização” resolvem a questão com particularidades – por partes. Não buscam resolver a questão de forma mais completa e objetiva.

Toda exportação, ou importação, tem três questões básicas: mercado, rotinas e logística. Não basta nós resolvermos só uma delas. Ou resolvemos as três ou não alcançamos o resultado.

Nós da INTRADEBOOK, desenvolvemos uma plataforma inovadora e disruptiva que resolve mercado, rotinas e logística em um único local. E, por acordo de cooperação com o ITC – International Trade Centre a versão básica da plataforma é gratuita, justamente para contribuir para o desenvolvimento do comércio mundial – com resultados.

Veja mais matérias e explicações sobre comércio internacional em nosso blog: https://blog.intradebook.com/

Imagem: Canton Fair

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: