16 motivos para minha empresa começar a exportar

16 motivos para minha empresa começar a exportar

16 motivos para minha empresa começar a exportar

16 motivos para minha empresa começar a exportar

Com a globalização se abriram novas oportunidades de mercado para produtos de empresas de um país para outro país. No entanto, antes de tomar a decisão de partir para o comércio internacional com sua empresa (micro, pequena, média) você deve avaliar se este processo vai trazer benefício para sua empresa, neste momento.

O comércio internacional, na grande maioria das vezes traz benefício para as empresas, mas você é que tem que saber se este é o seu momento. Tem que pensar que a participação no mercado internacional pode requerer um produto diferenciado com um valor agregado que o torne competitivo.

A primeira e mais importante questão a se perguntar como um empresário antes de virar para a internacionalização é: Por que exportar?

De acordo com um relatório compilado pelo documento da Corporación Interamericana de Inversiones (CII), a resposta a esta pergunta é que a exportação pode permitir o crescimento rentável do volume de negócios, que por sua vez permite o acesso a um mercado mais amplo, a defesa da concorrência estrangeira e uma distribuição mais uniforme de vendas.

A CII complementa essa ideia com 16 razões – 16 motivos para minha empresa começar a exportar – pelas quais pode ser benéfico exportar:

  1. A contração do mercado local ou nacional: se por algum motivo o mercado interno diminui, ou seja, se os compradores locais reduzem o seu nível de compras, a empresa que também está no comércio internacional será muito menos afetada por esta situação.
  2. Oportunidades envolvendo a crescente demanda do exterior: o processo de globalização mostra que a demanda por produtos de diferentes regiões está aumentando constantemente. Essa demanda é uma grande oportunidade para as empresas. Um exemplo simples e recente disto é a procura por produtos orgânicos.
  3. Gerar economias de escala: o aumento da demanda pode permitir à empresa aumentar sua produção e, assim, tornar mais rentável.
  4. Diversificação do risco dos clientes: ao decidir exportar, a empresa vai aumentar o número total de clientes que trabalham com você. Quanto mais clientes você tem, menos chance haverá de que a perda de um deles tenha impacto sobre a sua rentabilidade.
  5. Melhorar a rentabilidade: o aumento da demanda leva ao aumento da produção e das vendas e, com eles, a rentabilidade da empresa.
  6. Para se familiarizar com as inovações no seu setor a nível mundial: para competir no mercado internacional a empresa deve se adaptar às tecnologias usadas nestas áreas. Os avanços tecnológicos permitem que a empresa a cresça.
  7. Não perca competitividade ou o próprio mercado: como resultado deste tipo de crescimento – rentabilidade e tecnologia – a empresa pode ser inovadora e se colocar na vanguarda da competitividade no próprio mercado.
  8. Suporte aos clientes: ao entrar no comércio internacional, a empresa estará apta a dar melhor suporte para seus clientes.
  9. Excedente de capacidade de produção: todo o excedente de produção da empresa pode ser colocado no mercado internacional. Lembre que são mais de 200 países no mundo, além do seu país.
  10. Autoridade em produto e mercado: a empresa, com o tempo, vai adquirindo autoridade e respeito para colocar os seus produtos em mercados consolidados.
  11. Benefícios fiscais potenciais: ao entrar no comércio internacional é possível que a empresa possa reduzir a proporção de impostos pagos. Normalmente todos os países isentam de impostos suas exportações. E alguns países premiam as empresas exportadoras com benefícios no mercado interno.
  12. Crescimento: crescimento da empresa é uma consequência natural da globalização.
  13. Desenvolvimento das capacidades e habilidades: para exportar e crescer a empresa vai melhorar as suas próprias ferramentas, capacidades e habilidades. Por exemplo, a formação de pessoal para as suas novas tarefas no mercado internacional.
  14. Ganha habilidade para competir: este aumento da capacidade permitirá competir melhor em seus mercados.
  15. Ganhar prestígio no mercado interno e melhora a imagem: o acesso ao mercado internacional pode melhorar a imagem da empresa no mercado interno.
  16. Para se adaptar melhor para as necessidades do mercado: a participação no comércio internacional pode ser uma boa oportunidade para melhorar a qualidade e produtividade nos produtos e serviços da empresa para o mercado externo e interno.

16 motivos para minha empresa começar a exportar

Mas, para entrar no comércio internacional, o pessoal da empresa tem também que se capacitar adequadamente, para conhecer as características e habilidades necessárias para entrar no mercado global de forma segura e confiável. Tudo é conhecimento. Para isso existe a plataforma INTRADEBOOK que oferece uma solução que abrange as três chaves do comércio exterior: MERCADO, ROTINAS e LOGÍSTICA.

Fonte: Corporación Interamericana de Inversiones e INTRADEBOOK

Imagem: gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: