O Comércio Exterior e os serviços dos Bancos

Pagamentos Internacionais

O Comércio Exterior e os serviços dos Bancos

O Comércio Exterior e os serviços dos Bancos

O comércio exterior compreende as ações de Mercado, Rotinas e Logística.

Nos grupos de Logística, para que se concretize uma operação de comércio exterior, normalmente é necessária a participação dos mais variados atores, agentes ou intervenientes, agindo diretamente na operação. Entre estes atores mais relevantes estão os bancos.

Bancos

Os bancos estão presentes em, praticamente, 100% das operações de comércio exterior, apresentando-se como participante nas diversas fases do negócio, desde as mais simples e comuns como em uma transferência de divisas, até as mais complexas como na estruturação financeira da operação e em operações que envolvam grandes somas de dinheiro. Assim, destacamos, dentre outros, os seguintes produtos e serviços bancários dirigidos aos operadores do comércio exterior:

  1. Câmbio: Considerando que as operações são realizadas, na sua quase totalidade, em moedas estrangeiras, o câmbio torna-se obrigatório para aqueles que pretendem ingressar as receitas de exportação no País. Também é operação compulsória para aqueles que pretendem adquirir moedas estrangeiras para pagamento de suas obrigações no exterior.

 

  1. Financiamentos à produção: exportadores que necessitam de capital para produzir os bens a serem exportados têm nos bancos a sua maior fonte de recursos destinados a essa finalidade, ou seja, à produção dos bens, portanto, financiamento na fase pré-embarque. No Brasil, um exemplo disto é o Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC), um acessório da operação de câmbio de exportação.

 

  1. Financiamentos à comercialização: recursos destinados ao financiamento da fase pós-embarque. No Brasil, um exemplo disto é o Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE), também um acessório da operação de câmbio de exportação. Os bancos também participam dos financiamentos às importações, em especial, com utilização de linhas de crédito obtidas junto a banqueiros no exterior.

 

  1. Garantias e avais: quando os compradores não conseguem crédito junto aos seus fornecedores, um forma de viabilizar o negócio será oferecer ao fornecedor o amparo de uma garantia ou um aval bancário, para assegurar o pagamento da operação. Tais instrumentos de garantia também podem ser utilizados para dar proteção ao comprador que antecipa um pagamento e deseja assegurar a devolução do dinheiro em caso de não embarque. Ou, simplesmente, deseja assegurar o recebimento de uma indenização no caso de non-performance de um contrato de fornecimento de bens ou serviços.

 

  1. Crédito Documentário/Carta de Crédito: instrumento de pagamento utilizado no comércio exterior. É compromisso bancário de pagamento e tem por objetivo assegurar o pagamento da operação ao exportador (Beneficiário).

 

  1. Cobrança: serviço especializado dos bancos realizado por meio de seus correspondentes, disponível para a cobrança de operações comerciais e financeiras.

 

  1. Outros produtos e serviços bancários: vários outros serviços e produtos poderão ser providos pela rede bancária local ou no exterior, dependendo das características da operação.

O Comércio Exterior e os serviços dos Bancos

Veja outros conteúdos sobre comércio exterior em https://blog.intradebook.com/pt/.

Fonte: Baseado em texto de Angelo Lunardi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: