Mercado: por que exportar?

Mercado: por que exportar?
Mercado: por que exportar?

No ano de 2021 está se realizando o projeto Jornada de Exportação, uma iniciativa da CONAMPE – Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e da INTRADEBOOK, com 6 Oficinas e 12 Palestras sobre Exportação. A segunda palestra é esta: Mercado: por que exportar?

As Oficinas abordam aspectos práticos da utilização da plataforma INTRADEBOOK para exportação e importação, e as Palestras abordam temas específicos relacionados ao comércio exterior nas áreas de Mercado, Rotinas e Logística.

Palestra 2: Mercado: por que exportar?

Muitos artigos, opiniões e orientações que tratam de comércio internacional tratam disso como algo complexo, burocrático e para poucas empresas. Apresentam muitas necessidades, dificuldades, e uma série de exigências para fazer comércio com outras empresas de outros países, o que assusta as empresas mais do que ajuda.

Todas estas exigências são normais no mercado interno e, portanto, não são exclusivas para quem quer fazer negócios internacionais.

Mas, nós podemos simplificar os problemas de negócios internacionais em três problemas básicos: Mercado, Rotinas e Logística.

Para compartilhar a palestra de “Mercado: por que exportar?”, palestra número 2 da Jornada de Exportação, nós convidamos Rodrigo Iglesias da ABIMAPI.

Em “Mercado: por que exportar? “, podemos ter a seguinte resposta: A exportação pode permitir o crescimento rentável do volume de negócios, que por sua vez permite o acesso a um mercado mais amplo, a defesa da concorrência estrangeira e uma distribuição mais uniforme de vendas.

E as razões para exportar, são:

  • 1 – A contração do mercado local ou nacional: se por algum motivo o mercado interno diminui, ou seja, se os compradores locais reduzem o seu nível de compras, a empresa que também está no comércio internacional será muito menos afetada por esta situação.
  • 2 – Oportunidades envolvendo a crescente demanda do exterior: o processo de globalização mostra que a demanda por produtos de diferentes regiões está aumentando constantemente. Essa demanda é uma grande oportunidade para as empresas. Um exemplo simples e recente disto é a procura por produtos orgânicos.
  • 3 – Gerar economias de escala: o aumento da demanda pode permitir à empresa aumentar sua produção e, assim, tornar mais rentável.
  • 4 – Diversificação do risco dos clientes: ao decidir exportar, a empresa vai aumentar o número total de clientes que trabalham com você. Quanto mais clientes você tem, menos chance haverá de que a perda de um deles tenha impacto sobre a sua rentabilidade.
  • 5 – Melhorar a rentabilidade: o aumento da demanda leva ao aumento da produção e das vendas e, com eles, a rentabilidade da empresa.
  • 6 – Para se familiarizar com as inovações no seu setor a nível mundial: para competir no mercado internacional a empresa deve se adaptar às tecnologias usadas nestas áreas. Os avanços tecnológicos permitem que a empresa a cresça.
  • 7 – Não perca competitividade ou o próprio mercado: como resultado deste tipo de crescimento – rentabilidade e tecnologia – a empresa pode ser inovadora e se colocar na vanguarda da competitividade no próprio mercado.
  • 8 – Suporte aos clientes: ao entrar no comércio internacional, a empresa estará apta a dar melhor suporte para seus clientes.
  • 9 – Excedente de capacidade de produção: todo o excedente de produção da empresa pode ser colocado no mercado internacional. Lembre que são mais de 200 países no mundo, além do seu país.
  • 10 – Autoridade em produto e mercado: a empresa, com o tempo, vai adquirindo autoridade e respeito para colocar os seus produtos em mercados consolidados.
  • 11 – Benefícios fiscais potenciais: ao entrar no comércio internacional é possível que a empresa possa reduzir a proporção de impostos pagos. Normalmente todos os países isentam de impostos suas exportações. E alguns países premiam as empresas exportadoras com benefícios no mercado interno.
  • 12 – Crescimento: crescimento da empresa é uma consequência natural da globalização.
  • 13 – Desenvolvimento das capacidades e habilidades: para exportar e crescer a empresa vai melhorar as suas próprias ferramentas, capacidades e habilidades. Por exemplo, a formação de pessoal para as suas novas tarefas no mercado internacional.
  • 14 – Ganha habilidade para competir: este aumento da capacidade permitirá competir melhor em seus mercados.
  • 15 – Ganhar prestígio no mercado interno e melhora a imagem: o acesso ao mercado internacional pode melhorar a imagem da empresa no mercado interno.
  • 16 – Para se adaptar melhor para as necessidades do mercado: a participação no comércio internacional pode ser uma boa oportunidade para melhorar a qualidade e produtividade nos produtos e serviços da empresa para o mercado externo e interno.

Mercado: por que exportar?

Estas são algumas razões e motivações para exportar. A Jornada de Exportação é uma sequência lógica e didática dos passos para iniciar um processo de exportação, seguindo o conceito dos três pilares do comércio internacional – mercado, rotinas e logística. Mais detalhes sobre as palestras e o conceito você encontra no site www.conampe.org.br e no site www.intradebook.com.

Imagem: intradebook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: