Inovação e Exportação no Brasil

Inovação e Exportação

Inovação e Exportação no Brasil

Inovação e Exportação no Brasil

Inovação é a ação ou o ato de inovar, ou seja, modificar costumes, manias, legislações, produtos ou processos. Produz renovação ou criação de uma novidade.

O conceito de inovação é amplo e pode ser utilizado em todos os setores, seja acadêmico, empresarial, ambiental ou econômico. Neste sentido, o ato de inovar significa a necessidade de criar caminhos ou estratégias diferentes, aos habituais meios, para atingir determinado objetivo. Inovar é inventar, sejam ideias, processos, ferramentas ou serviços.

Para Joseph Schumpeter (economista, 1883-1950), a inovação é o processo de criação do novo e destruição do que está se tornando obsoleto. É a capacidade da empresa de superar a concorrência perfeita, estabelecendo uma situação de monopólio temporário ao criar um novo mercado para seus produtos.

Inovação e Exportação no Brasil

E onde encontramos a conexão entre Inovação e Exportação?

Quanto mais inovador for um país, mais produtos e serviços ele poderá disponibilizar no mercado global, superando a concorrência perfeita e criando uma situação de monopólio temporário. A teoria do crescimento econômico também tem causa na exportação, pois o crescimento econômico só ocorre como resultado de produtividade ou exportação.

Na imagem acima podemos ver os 10 países que mais fizeram pedidos de registro de patentes de produtos e serviços inovadores em 2018, entre os quais os 4 primeiros são USA (56.142 patentes), China (53.345 patentes),  Japão (49.702 patentes) e Alemanha (19.883 patentes).

Não por coincidência, estes mesmos 4 países com mais pedidos de registro de patentes de produtos e serviços inovadores, também foram os 4 países mais exportadores do planeta em 2018.

Só para registrar a disparidade e a comparação, o Brasil teve somente 617 registros de patentes em 2018!

Os países, especialmente os países menos desenvolvidos, tem que trabalhar mais para gerar programas e projetos que visem a inovação – e consequentemente melhor participação no comércio mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: