Como importar: porque e como fazer uma importação

Freight2

 

Como importar: porque e como fazer uma importação

Muitos países tratam a importação como se fosse um mal econômico, o que não é verdade.

Devemos olhar o comércio internacional sempre com uma visão de corrente de comércio e não somente pela exportação ou importação.

Para um país, importação deveria ser uma contrapartida de uma exportação, formando a corrente de comércio. Globalmente falando o equilíbrio do comércio exterior é que deve ser buscado entre os países. Buscar só exportação inibe o comércio internacional e gera protecionismos.

Uma importação acontece por três razões, isoladas ou em conjunto:

  1. Necessidade: uma importação por necessidade é quando um país ou empresa necessita de um produto ou serviço que não pode ser encontrado no mercado doméstico.
  2. Concorrência: importação pela competição acontece quando um produto ou serviço no mercado externo é melhor e mais barato do que o mesmo produto ou similar no mercado interno.
  3. Resultado de troca: quando um país ou empresa importa um produto ou serviço em troca de outro produto a ser exportado.

Na importação por concorrência, assim como em qualquer uma compra, os importadores tem que comparar preço, prazo e qualidade.

Além destas três razões que justificam uma importação, para importar nós precisamos conhecer três chaves básicas de comércio internacional:

  1. Rotinas: o empresário precisa estudar e analisar as rotinas e procedimentos de importação, como documentos, formação de preços, formas de pagamento, modalidades de compra e venda (INCOTERMS) e etapas a seguir.
  2. Mercado: o empresário precisa estudar e analisar o mercado que quer alcançar, cidade, país ou região, precisa calcular e comparar seus preços e precisa encontrar os potenciais fornecedores.
  3. Logística: o empresário precisa encontrar os parceiros certos para que sua importação se concretize com sucesso, qualidade e segurança, e isto compreende serviços de câmbio, transporte internacional, seguro de transporte internacional, despachantes aduaneiros, consultores e outros serviços necessários.

Conhecendo e dominando razoavelmente estes três conhecimentos chaves, o empresário vai poder se comunicar melhor com seus empregados, seus fornecedores e os prestadores de serviços. O que antes parecia uma “caixa preta” com o tempo vai se tornando mais conhecido e criando a cultura de comércio internacional.

Como importar. E por que os três conhecimentos são importantes e complementares?

Porque não basta só termos as rotinas, se não tivermos também o mercado e a logística. A rotina vai nos orientar “como fazer”, mas se não tivermos o mercado, o “de quem” e a logística, o “como receber”, dificilmente conseguiremos aplicar este conhecimento.

Da mesma forma, não basta termos conhecimento do mercado, o “de quem”, se não tivermos o “como fazer” das rotinas e o “como receber” da logística.

E, portanto, para sabermos como importar, também não é bastante só tivermos logística, o “como receber”, se não soubermos as rotinas e conhecermos o mercado.

Estas são as três chaves de “como importar”: rotinas, mercado e logística. Todas as outras são decorrências delas ou também são comuns para os mercados internos.

Diversos sistemas no mundo resolvem estas três dores de forma separada. A Intradebook desenvolveu uma plataforma que reúne estas três soluções em um só local, de forma ordenada, lógica e interativa, com os módulos InTrade, InBusiness e InService. Por este diferencial a plataforma foi escolhida pelo ITC – International Trade Centre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: